segunda-feira, setembro 01, 2008

Que doideira

Estou cabeludo, com um monte de roupa para passar - viro Maria vez por outra arrumando casa, lavando, secando, um caos - e não encontro tempo para fazer isto. O celular, que está no conserto, ainda tenho que pegar, que doideira. Não sou de reclamar da falta de tempo. Na verdade estou é sendo preguiçoso. Sei que sempre há chance de conseguir fazer tudo. Tenho que me organizar, JÁ.

Ainda escrevo

Estou vivo! Fico com tanta vontade de vir conversar comigo neste espaço, mas acabo deixando para lá, às vezes. Garanto para mim mesmo que vou me tornar mais freqüente, até para poder tirar um pouco do estresse do cotidiano.