domingo, novembro 29, 2009

Como suportar

Ainda estamos em novembro. É certo, que o mês já está acabando, mas ainda é novembro. Não há quem prove o contrário. Entretanto, o assunto é Natal. As festas já ocorrem, como se fosse normal comemorar o Natal em pleno final de semana de NOVEMBRO. Não entendo o motivo de agilizar tanto a chegada dessas datas. Está certo que o comércio tente atrair a atenção para esses períodos, até porque não há motivo algum para se comprar no 11º mês do ano, por exemplo. Então forçam a barra num dezembro que chega antes da hora. Assim ficamos velhos, estressamos rápido, e fica difícil suportar algumas atitudes dos seres humanos. Daí todos pedimos a Deus pela chegada das férias, que só aparecem no ano que vem. Que venha! E junto vêm os cabelos brancos, rugas e outras coisas mais... Oh vida!!!!

quarta-feira, novembro 18, 2009

Essa é para as mamães

Que o sol tem seus benefícios, todos sabem! No entanto, a exposição solar incorreta pode ser extremamente nociva para a saúde e causar doenças, como, por exemplo, o câncer da pele. Segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA, em 2009 surgirão 100mil novos casos da doença no Brasil. Só no Rio Grande do Sul serão 9.970. Para a dermatologista Berenice Capra, a única forma de reverter futuramente este quadro negativo e reduzir os números é conscientizando a população para os efeitos nocivos do sol. “O câncer da pele também mata, quando seu diagnóstico for tardio. É necessário que se adote como hábito diário alguns métodos simples de prevenção”, afirma.
Ela ressalta que todo o sol que se pega durante a vida tem efeito cumulativo. Por isso, são raros os casos de câncer da pele em crianças, mas muito importante que a prevenção inicie ainda na infância. “Quando os cuidados começam nos primeiros meses de vida, diminui-se a chance de desenvolver a doença na vida adulta, já que na infância e adolescência tomamos cerca de 85% da radiação solar a que estaremos expostos ao longo da vida”, informa.
A médica, que também é coordenadora regional da 11ª Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer da Pele no Rio Grande do Sul, faz um alerta aos papais de que uma criança de até seis meses não pode ficar diretamente exposta ao sol nos horários entre 10h e 16h. “Nesta idade, não é recomendado à utilização de protetor solar devido à absorção que pode ocorrer pela pele e, em função da imaturidade hepática e renal, a metabolização desse produto poderá ocasionar outros problemas”.
A partir do sexto mês é necessário que se utilize filtros específicos infantis que tenham em sua composição filtros solares físicos, ou seja, que formam um filme sobre a pele, refletindo os raios solares. “Eles são mais seguros nessa fase da vida e não costumam causar alergia”. Os protetores solares recomendados devem ter FPS não inferior a 30, com proteção anti UVB e anti UVA, dando sempre preferência aos que tenham em sua composição óxido de zinco ou dióxido de titânio, por terem a propriedade de refletir a radiação solar.

Frase romântica

"Se toda vez que eu fechasse os os olhos ganharia um beijo seu, fecharia os olhos eternamente."

Orgulhoso

Estou orgulhoso da colega Taciana Colombo, aquela que está participando do Quero entrar num biquíni, promovido pela Revista Lazer, do jornal O Informativo do Vale. Ela perdeu 2,1 kg em uma semana. Com certeza vai chegar na finaleira prontinha para botar o tal biquíni. Isso é força de vontade.

segunda-feira, novembro 16, 2009

Frase célebre

"Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo." (Ghandi)

Dentista

Oh vergonha. Cada vez que vou ao dentista tenho uma série de pequenos reparos a fazer. Cuido de meus dentes - talvez de forma errada, porque quando chego lá para revisão sempre me manda voltar. O mais constrangedor, na verdade, é que ele faz uma limpeza geral, primeiro. Dá a impressão de que a escova passa longe dessa boca - o que não é verdade. Toda aquele instrumento que parece ter anzóis nas pontas, depois a maquininha barulhenta com uma pasta, passa até fio dental. E eu só querendo ouvir as palavras mágicas: "Pode cuspir". Esse é o encerramento de toda consulta com o dentista. Assim que ele falar "Pode cuspir" é sinal de que aquele momento passou. Pode vir mais coisa pela frente, mas aí é uma nova etapa. Agora, pode cuspir.

Temporal

Os taquarienses costumam dizer que a cidade é abençoada, porque os temporais rondavam a área, mas não chegavam. Se ouvia falar que Tabaí, Triunfo, Bom Retiro do Sul, General Câmara, enfim, os vizinhos todos haviam sido atingidos e nada da terrinha receber a ferocidade da natureza. Que bom! Alguns, os mais crédulos, justificavam tal "sorte" até ao fato das supostas aparições de Nossa Senhora da Assunção, na década de 1980. O problema é que os ventos, chuvas e raios, ultrapassaram a barreira imposta por tanta sorte e fizeram feio. O final de semana foi de terror. Casas tiveram telhado retirado, até mesmo com as tesouras, árvores foram arrancadas do chão com a raiz, teve eucalipto, que ficou torcido, como se tivesse uma mão gigante fazendo isso. Não foi em toda a cidade, mas todos sentiram na pele a ação, pois a cidade ficou sem energia elétrica, água e acesso telefônico durante o final de semana. Alguns ainda devem estar nessa situação. Uma verdadeira lástima!

quinta-feira, novembro 12, 2009

Atchim

Atchim! "Saúde", dizem os mais desavisados. Digo desavisados, porque esse atchim, que tive, ontem, foi o prenúncio de uma longa sessão de espirros, coisa que só a rinite é capaz de causar. Pois ela se apresenta dominadora, poderosa, transformando meus momentos de sorriso, e até de tristeza, em incontáveis atchins. E não basta ser qualquer espirrinho, daqueles que ninguém sabe identificar o que se trata. São fortes e desaforados espirros, do tipo que mata o vírus quando toca o chão, devido à força com que é lançado. Nojento? Nojento é ter que ficar atchinzando sem parar. Sei que tem remédio, mas aí tem que comprar e tal. Vai ser a solução, porque tudo começou ontem e, hoje, meta atchim. O Tom (meu gato persa) está até assustado. Coitado, não deve saber que um pouco é responsabilidade dele. É verdade que a primavera, maldita estação, também tem culpa. Bueno, paro para pode mais uma vez espirrar. Se me ver em um atchim por aí espere até nos despedirmos para dizer saúde. Caso contrário vai ter que repetir muitas vezes.

Frase célebre

Os espelhos são usados para ver o rosto; a arte para ver a alma. (George Bernard Shaw)

Biquíni

A Revista Lazer vai lançar, sábado, o reality show "Quero entrar num biquíni". A ideia é fazer com que a repórter Taciana Colombo passe por uma maratona e emagreça em torno de 20 quilos, podendo assim, vestir a pequena peça do vestuário feminino sem ter vergonha. Vai dar para acompanhar o desenvolvimento diário de tudo isso pelo blog queroentrarnumbiquini.blogspot.com Vai valer a pena conferir!

quarta-feira, novembro 04, 2009

Cadarços

Porque é tão difícil atar os cadarços? Tem gente que nem sabe falar cadarços. Dizem cardarço. Mas esse é outro problema. Tenho um colega que costuma andar com os sapatos desatados. Ficam aquelas duas tiras balançando de um lado a outro sem parar e, mesmo que você avise, não adianta. Comenta que as tais cordinhas dos calçados se desatam com muita frequência. Certo. Acredito. Não é a primeira pessoa que preferiria comprar apenas aqueles que não têm nada o que amarrar. São práticos, fáceis. Enfia o pé e deu. Mas que nada. O cara cresce e logo tem que aderir a moda cadarcenta, que força a ter que atar, de forma direita, as cordinhas. O pior não é nem o momento de dar o nó e o tope. O mais chato é enfiar em todos os buraquinhos de forma que fiquem de tamanhos semelhantes no final. Um dia fui ensinar - isso lá pela 8ª série - um vivente a deixar seu tênis em dia. A primeira coisa que fiz foi puxar bem os cadarços. Daí comecei o nó. Logo a professora, que acompanhava minha boa ação, me contestou. "Eles não estão alinhados, Marcio". De fato, um era pequeninho e outro grande. Vi que eu também não sabia. Hoje consigo. Quer dizer. Só enfio o pé e é isso. Logo os calçados estragam, mas não corro o risco de cair, amarrado em um cadarço desamarrado.

Frase célebre

"É costume de um tolo, quando erra, queixar-se dos outros. É costume de um sábio queixar-se de si mesmo." (Sócrates)

Blog

Sou um apaixonado por rádio. Quem me conhece sabe. (aliás, quem quiser me ouvir, estou na Tropical FM, às 19h de sábados) Descobri, recentemente, e achei o máximo o blog gafesdoradio.blogspot.com O cara conta histórias sensacionais e muito engraçadas. Vale a pena conferir.

segunda-feira, novembro 02, 2009

Perdas

É muito triste você ver algo, que se apresenta como sólido, como definitivo, como pronto e certo, se esvair pelas mãos como areia de praia. Aquilo que pode dar a impressão de que você fez a coisa certa, de que não vai ser arrepender, de que todo a barreira vai ser derrubada com tranquilidade, de um momento para outro, vira frágil, se transforma de um ciclone em leve brisa. O que leva isso a acontecer? Bom, talvez a incapacidade que temos de entender as coisas e os humanos; talvez a incapacidade das coisas e os humanos nos entenderem; talvez pela necessidade que temos de sermos vistos, quando o que ocorre, na verdade, é que fomos esquecidos pelo tempo e as novidades, que a vida apresenta. Em resumo: não gosto de perder nada. Espero que consiga sobreviver a todas perdas que a vida há de me impor.