quarta-feira, fevereiro 24, 2010

Split

Não uso ventilador, nem naqueles dias mais quentes. Nem tenho um destes aparelhos em casa. Acordo com falta de ar quando tem o tal joga vento no ambiente em que durmo. Parece que nasci para ser boa vida, porque ar condicionado e o moderno split não me atrapalham em nada a respiração. Entretanto, seus custos são bem maiores. Mesmo assim resolvi cair na tentação e adquirir um destes cuspidores de prazer - sim, porque é um gozo você ressonar com o ambiente em clima alpino. Que bobagem! Só tentei e não consegui. Não existe mais o aparelho em Lajeado. As lojas não têm nem previsão de quando vão conseguir novamente para colocar à venda. O que está por chegar já foi vendido. Droga! Acho que vou refrescar o corpo só no ano que vem. Agora é aproveitar o calor e suar feito um porco.

Casamento

Tive a satisfação de conhecer a família do amigo e colega de trabalho, Ermilo Guilherme Drews Neto. Desta forma, com o nome completo, foi que sua esposa, Letícia, lhe chamou no altar, sábado, ao dizer que queria ficar com ele até que a morte os separe. Aquelas coisas todas de momento de casório. Quanto calor!!! Não menos intensa foi a satisfação de estar com os amigos em tão divertida festança. Os caras não pouparam esforços para ver todos bem atendidos. E fomos mesmo. Parabéns e obrigado por tanta atenção!!!

quinta-feira, fevereiro 11, 2010

Justiça dá aula à política

Os homens de preto podem até mudar de ideia e tirar o governador de Brasília, Arruda, da cadeia, mas o fato é que ele foi. Esteve atrás das grades pelas ações que tem feito achando que vai ficar impune, porque manda na Assembleia Distrital. Sorte que existe o Judiciário, nesses casos, e dá aula de civilidade. Parabéns!!!!

Preguiça

Sempre acho um motivo para dar uma fugida daqui. Vocês já devem ter percebido. De tempo em tempo venho, escrevo algo e digo que não sou tão assíduo porque estou trabalhando feito um doido - tudo bem, sou meio doido mesmo e trabalhando bastante ou pouco, sempre vou estar assim. Agora qual seria a desculpa? A colega Pita cobrou: "Está em férias, pode postar no blog, agora". Está bom, Pitex. Garanto que vou ser mais assíduo, eu acho. O primeiro passo é admitir minha maior dificuldade: a preguiça. O resto, bom, vamos ver no que dá.

Calor

Caraca, acho que tenho a temperatura um pouco maior do que os demais. Meu corpo está sempre aquecido (não é um comercial, talvez até esteja admitindo algum distúrbio, sei lá), porque sinto as pessoas mais frias ao cumprimentá-las, por exemplo. Então, demoro mais para sentir esse calorão que todos falam. Os últimos dias devem ter sido terríveis para os outros, pois até eu tenho sentido o tal calorão. Criei coragem, abri o bolso, e fui hoje ao centro para comprar um split (ar condicionado moderno com menor ruído e consumo de energia). Doce ilusão. As lojas não têm mais o produto, nem expectativa de quando vão chegar. Existe fila para comprar o aparelho que cospe felicidade climática. Tudo bem, vou me contentar, mais um verão, com a natureza e o vento, se é que ele vai resolver se apresentar.

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

Perplexo

Não acho que a vida deva ser comum, monótona, tão previsível. Mas fico perplexos com algumas atitudes tomadas pelas pessoas que conhecemos. Parece que não pode ser verdade como agem. E olha que não estou me referindo a alguém que você conheceu há meia dúzia de meses. Me refiro aqueles que você julga te mais intimidade, que você imagina saber melhor de seus jeitos e trejeitos. As pessoas estão assim: surpreendentes. Não estou estabelecendo essa forma de ação e jeito de encarar a vida como sinônimo de erro. Cada um faz o que lhe convier. Talvez até estejam certas e o ideal é pensar somente no seu umbigo e seguir a vida. Os demais, quer sejam amigos, familiares, ou algo mais, que se explodam. São atitudes que vemos e parecem ser mais comuns entre os seres. Tomara que os animais, ditos irracionais, não peguem mais esse defeito dos humanos.